8 Características de um Professor Maker do Século XXI

8 Características de um Professor Maker do Século XXI

O Espaço Maker está presente em diversas escolas, mas qual o perfil de um Professor Maker?

Já ouviu falar em cultura Maker? Conforme o tempo passa a tecnologia e a inovação cobram mais e mais de professores e escolas. Os alunos que anteriormente dependiam do conhecimento vindo do professor, hoje encontram as informações sobre qualquer assunto apenas com um toque. Portanto, a abordagem educacional já não é a mesma, atualmente oferecer acesso aos conteúdos e informações é uma prática ultrapassada, mas então o que sobrou para as aulas?

As aula não deixarão de ser um espaço de investigação dos conteúdos tradicionais, de forma alguma, elas apenas passarão a exigir a inclusão de outras abordagens relacionadas as novas competências e habilidades para os alunos do Século XXI (confira aqui as competências e habilidades que são trabalhadas com os alunos no Espaço Maker).

Fazendo uma busca rápida no Google, fica claro que estamos em um novo Século e de uma nova abordagem educacional. Busque “professor do século XX”, pronto, você encontrará diversos textos sobre a dificuldade dos professores em lidar com os alunos do século XXI na sala de aula. Mas em contrapartida, o que tem feito os professores que usam o Espaço Maker terem tanto sucesso no ensino com essa nova geração?

Para que você entenda melhor, reunimos aqui algumas características do professor do Século XXI que vão auxiliar você no desenvolvimento profissional e humano como Professores MAKERS:

  1. Adaptar-se

Com novidades surgindo o tempo todo, adaptabilidade é uma das palavras para o cotidiano de um professor MAKER. Conhecer as novas tecnologias e ferramentas que estão surgindo vai trazer engajamento para dentro da sua sala de aula. Os quadros brancos e lousas estão sendo substituídas por telas interativas, Data Shows e até realidade virtual. Esteja por dentro e encorajado a conhecer e utilizar o que há de mais novo para as salas de aula.

  1. Professor-Estudante

Para esse século o professor deve ter o entusiasmo e o costume de estar sempre estudando e se atualizando com as mais novas informações, tecnologias e metodologias. Os alunos hoje aprendem de forma diferente, logo não podemos ensinar como se fazia no século passado. Existem diversas plataformas com vídeo-aulas sobre os mais atuais assuntos: programação, IOT (internet das coisas), automação, metodologias ágeis e muito mais, a Udemy é um bom local para começar!

  1. Colaborativo

Um Professor Maker do Século XXI sabe exatamente como colaborar em projetos numa equipe. Esse tipo de competência tem sido cada vez mais cobrada em currículos profissionais e especialmente cresce a pressão sobre as escolas quanto ao assunto. O ensino se torna bem mais atrativo quando há oportunidade de compartilhar e colaborar durante o aprendizado, tenha isso como prática nas suas aulas e com os outros professores da escola! (Veja aqui como tornar os trabalhos em grupo mais eficientes!)

Maker
Young teenager is in public library. She has found a book and read it. This girl is calm peaceful and thoughtful
  1. Aluno inventor

Ultimamente os alunos possuem competências e habilidades tecnológicas super avançadas e muitas vezes em suas mãos. O professor Maker desse século está atento à essas habilidades sabendo utilizá-las nas atividades em sala de aula. Apesar de serem vistos como a geração smartphone, poucos desses alunos sabem produzir conteúdo com eles. Traga para suas aulas atividades que os encorajem a programar, escrever blogs, criar aplicativos ou até mesmo jogos utilizando seus smartphones. Dessa forma você tornará o conteúdo atrativo e levará seus alunos de consumidores a produtores de tecnologia.

  1. Conecte

É extremamente fácil acessar pessoas pelo mundo atualmente, essa ferramenta pode ser transformadora para suas aulas. Portanto, conecte seus alunos aos mais diversos mestres do assunto que está sendo estudado. Através do Skype, por exemplo, você poderá agendar uma entrevista com um amigo ou colega de faculdade que é especialista em determinado conteúdo tratado em aula. Elabore entrevistas, faça uma visita a universidade, praças, comunidades, enfim crie pontes entre suas aulas e o mundo real. Esse tipo de prática engaja os alunos no aprendizado, eles se sentem importantes e passam a compreender a seriedade do conteúdo.

  1. Inovar

Convidamos você a deixar de lado, ao menos uma vez, o tradicional estilo de dar aulas para tentar algo novo que nunca fez antes. Pisar em campos novos pode ser desafiador, mas os passos que você dará posteriormente pagam o preço dos primeiros. Experimente dar aulas com computadores, utilize os smartphones e seus aplicativos, introduza vídeos da internet e fóruns em suas aulas. Você pode utilizar vídeos do TED Talks, por exemplo, são pequenas palestras de especialistas em algum assunto contando histórias, vivências e descobertas (existem versões brasileiras no Youtube).

Maker
  1. Refletir

Um professor que entra em sala, dá sua aula, sai dela e ao menos não pensa sobre seus desafios ao final do dia, com certeza não se encaixa no perfil do Professor da geração do século XXI. Nem sempre o que foi planejado realmente dá certo, temos uma diversidade enorme de alunos e refletir sobre os pontos altos e baixos das aulas te levará a construir um repertório maior de abordagens. Portanto, suas aulas passarão a ser mais flexíveis e adaptáveis como devem ser as aulas do século XXI.

Reflita também no sentido de ser questionador de tudo que tem surgido ultimamente, nem todas as informações e tecnologias que chegam para a sociedade são boas. Trazer para a sala de aula esse tipo de espaço de discussão trabalhará nos alunos e professores o senso crítico. Não seja um consumidor irracional de tudo que surge, mas antes, questione e construa fundamentos racionais para toda novidade.

  1. Contador de histórias

Entreter uma sala com a tradicional metodologia de explanar sobre um assunto não funciona mais. Aulas expositivas já não são aceitas pela classe como antes, a demanda hoje gira em torno de aulas que tragam motivação real aos alunos e que os envolva. Enquanto a exposição tem perdido fãs, os Ted Talks e documentários ganham, mas qual é a razão? Contar histórias é muito mais envolvente do que ouvir uma explicação sistemática. O professor do século XXI é um MAKER de histórias também! A contação pode ser uma ferramenta para atrair a atenção dos alunos, ganhe o coração deles e a mente virá de brinde.

Maker

Deixe uma resposta